Bateu o carro? E agora? Qual a primeira coisa a se fazer?

A primeira recomendação é anotar e/ou fotografar a placa do carro que bateu no seu. Essa é uma garantia no caso de o outro motorista fugir ou passar alguma informação de contato errada.

Caso haja algum ferido, o primeiro passo é ligar para o SAMU (192) ou para os Bombeiros (193).

Essa precaução deve ser tomada independente da gravidade do estado da vítima. Procure passar o máximo de detalhes possíveis com relação ao estado em que ela se encontra.

Lembre-se sempre de não mexer nas vítimas, para não agravar a situação em casos de possíveis lesões. Em casos mais graves, tente manter a vítima consciente at  socorro chegar ao local.

A Polícia Militar deverá ser acionada para ir até o local em caso de vítimas, agressões físicas por parte dos motoristas ou em caso de motoristas alcoolizados. Quando a polícia chegar ao local, registre o B.O. (Boletim de Ocorrência).

Em caso de acidentes sem vítimas, o B.O. pode ser registrado pela internet, no Portal da Polícia Civil. Caso o acidente tenha ocorrido em alguma rodovia e não haja vítimas, você pode registrar o B.O. no Portal da Polícia Militar ou em qualquer unidade da PM.

No boletim deverá conter a placa e o modelo dos veículos envolvidos, e o nome e RG dos motoristas. Caso haja testemunhas, é necessário acrescentar seus dados também.

  • Precauções

Se não houve danos graves e seu carro consegue mover-se do local, tire-o da pista ou da rua para evitar transtornos com outros veículos que estejam circulando no local.

Caso o carro apresente danos críticos e não seja possível movê-lo, posicione o triângulo de sinalização a certa distância do local do acidente para evitar a colisão de terceiros.

Caso não seja possível mover o veículo do local, utilize o triângulo de sinalização para evitar outras colisões

Caso não seja possível mover o veículo do local, utilize o triângulo de sinalização para evitar outras colisões

Os danos causados ao automóvel normalmente são pagos pelo motorista que provocou o acidente, ou pelo proprietário do respectivo carro.

Tire foto dos carros e se possível colete os dados pessoais do motorista que causou o acidente. O responsável não é obrigado a informar esses dados, por isso o indicado é sempre garantir as informações da placa do carro, o modelo e a cor do automóvel, em casos nos quais o motorista culpado venha a se recusar a arcar com as despesas.

O registro do ocorrido cabe ao motorista que foi atingido na colisão. Para isso, vá até a delegacia mais próxima e faça o boletim de ocorrência, ou por telefone acione a polícia militar para comparecer ao local, conforme orientado acima.

Compartilhe este artigo